Litoral Fluminense Réveillon 2021 : confira regras e restrições em Arraial do Cabo, Angra, Búzios, Mangaratiba e Paraty

Angra dos Reis Réveillon - litoral fluminense - Sortimentos.com
Angra dos Reis Réveillon – litoral fluminense – Sortimentos.com

Litoral Fluminense Réveillon 2021 : confira regras e restrições em Arraial do Cabo, Angra, Búzios, Mangaratiba e Paraty

Réveillon 2021 na Costa Verde e na Região dos Lagos. Municípios de Arraial do Cabo Angra, Búzios, Mangaratiba e Paraty determinam restrições conter o avanço da Covid-19. Queima de fogos, eventos oficiais e celebrações tradicionais, como a procissão marítima no dia 1º de janeiro em Angra, estão cancelados. Prefeitura de Paraty vai fiscalizar excessos em festas privadas.

Cidades do litoral fluminense, como Cabo Frio, mais que dobram o tamanho da população no período das festas de fim do ano e verão. O setor hoteleiro diz que está seguindo à risca os protocolos do selo do turismo consciente.

Angra dos Reis

A prefeitura de Angra dos Reis adotou novas medidas na segunda-feira (28.12) e valem até o dia 12 de janeiro de 2021. Entre as ações, foi temporariamente suspenso o turismo “day use” (quando o visitante passa o único dia no destino e vai embora). O município vai implantar barreiras de fiscalização em vias de acesso à cidade e nos cais de embarque para a Ilha Grande, locais onde será exigida a apresentação de reserva de hospedagem ou contrato de locação de imóveis – medidas que geraram protesto na segunda-feira, com fechamento momentâneo de trecho da Rodovia Rio-Santos. Leia mais : Angra dos Reis Réveillon e Verão 2021 : manifestantes bloqueiam trevo de acesso na BR-101 em protesto as restrições no setor de turismo

O município cancelou os eventos oficiais na virada de ano e pretende inibir festividades que gerem aglomerações, inclusive, em casas alugadas por visitantes. Esses imóveis poderão ser ocupadas por, no máximo, 30 pessoas e devem ter, pelo menos, nove metros quadrados para cada hóspede.

Arraial do Cabo

A prefeitura de Arraial do Cabo mantém barreira sanitária na entrada da cidade. O município cancelou eventos públicos de Réveillon e notificou estabelecimentos, como bares e restaurantes, exigindo protocolos de prevenção ao coronavírus em festividades privadas.

Búzios

No balneário da Região dos Lagos, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro chegou a determinar este mês que a prefeitura restabelecesse um lockdown devido ao aumento dos casos Covid-19 – medida que acabaria suspensa dias depois. A prefeitura de Búzios voltou a aplicar as restrições que já tinham sido estabelecidas desde 12 de dezembro, de acordo com o secretário de Turismo Alexandre Verdade.

Entre as medidas, está uma barreira na entrada do município para verificar a entrada dos turistas, que precisam apresentar um QR code emitido previamente pelo meio de hospedagem. A rede hoteleira, assim como todos os serviços turísticos da cidade, só poderão ter 50% de sua capacidade de ocupação nos dias de semanas, e 70%, aos sábados e domingos. Todas as festas de Réveillon públicas de Búzios estão proibidas, no entanto, não há medidas que restrinjam o empresariado de promover eventos particulares, com queima de fogos.

Mangaratiba

Mangaratiba, que ganhou destaque com a festa em mansão alugada pelo jogador Neymar Jr., adota novas restrições até 4 de janeiro de 2021. Por decreto, a própria prefeitura cancelou as comemorações públicas e em espaços comerciais — como em hotéis. Festas organizadas em ambientes particulares, como de Neymar Jr e na casa de moradores estão liberadas. O decreto tem apenas recomendações para esses eventos particulares. Em nota, a prefeitura destaca que os protocolos de prevenção contra a Covid-19 devem ser respeitados e salienta que “a realização de eventos particulares é uma questão de responsabilidade social e bom senso do cidadão diante a pandemia”.

Paraty

No dia 31 de dezembro, a partir das 17h, só poderão entrar em Paraty turistas com hospedagem comprada e, para evitar aglomerações à beira-mar, não será permitida a contratação de embarcações. Barreiras vão impedir a entrada de vans e ônibus de excursões. Prefeitura proibiu eventos particulares e vai manter equipes nas ruas para coibir irregularidades. Também não haverá fogos nas praias do Pontal e da Jabaquara.