Réveillon 2021 em Cuiabá : decreto libera festas sem restrição de horário e lotação de 70% e promotores conscientes cancelam eventos

Réveillon na Orla do Porto Réveillon em Cuiabá
Réveillon na Orla do Porto em Cuiabá

Festas de Réveillon são canceladas por produtores de eventos em cidades de Mato Grosso. É o caso da Prefeitura de Cuiabá, que não realizará a comemoração de virada de ano. Espaços como “Conquista” e o “Buffet Leila Malouf” também cancelaram a comemoração.

“Com o aumento dos casos do novo coronavírus, a segunda onda da pandemia já é considerada ativa. Com isso, seguindo orientações do Ministério da Saúde e visando a integridade física dos nossos clientes, optamos por não realizar o Réveillon mais charmoso de Cuiabá, o Réveillon Leila Malouf”, informam os organizadores, por meio de nota. As pessoas que adquiriram o ingresso devem entrar em contato para ressarcimento.

Além de Cuiabá, outros municípios mato-grossenses também decidiram não realizar a festa de virada do ano.

Entre eles, estão Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Matupá e Colíder.

Réveillon 2021 em Cuiabá : decreto libera festas de fim de ano sem restrição de horário

Mesmo com a excepcionalidade, continuam em vigor todas as medidas de biosseguranças como, por exemplo, o respeito ao limite máximo de 70% da capacidade total do ambiente.

Prefeitura de Cuiabá publicou na sexta-feira (11.12) Decreto que autoriza a realização de festas nos dias 24 e 25 de dezembro de 2020 ( Natal ) e 31 de dezembro de 2020 e 1º de janeiro de 2021 ( Réveillon ) sem restrição de horário e limite máximo de 70% da capacidade total do ambiente. Conforme o art. 5º do Decreto nº 8.166, de 16 de outubro de 2020, o horário limite para encerramento de festas é 0h. No entanto, a medida não será aplicada em Cuiabá.

O Decreto estabelece que devem ser observados os protocolos de biosseguranças, distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas, uso obrigatório de máscaras de proteção e/ou protetor facial em acrílico, oferta permanente de álcool em gel 70% e higienização constante dos produtos.

O documento também prorroga até o dia 31 de dezembro de 2020, a suspensão das atividades presenciais nas unidades educacionais da rede pública municipal e escolas privadas.

Questões para analisar

:: Com o atual cenário da Covid-19 no Brasil, é momento para liberar as festas de Réveillon e promover aglomerações ?

:: As pessoas na festa estarão de máscara e só irão retirar quando beberem ?

:: Como será o novo flerte se as pessoas precisam ficar 1,5m de distância ?

:: Há estrutura de saúde em Cuiabá e região para possível ‘boom’ de casos da Covid-19 ?