Maricá Réveillon 2021 no litoral fluminense

Itapeba em Marica Rio de Janeiro - Foto Marcos Fabrício / PMM / Sortimentos.com
Itapeba em Marica Rio de Janeiro – Foto Marcos Fabrício / PMM / Sortimentos.com

Maricá Réveillon 2021 no litoral fluminense

“Natal Iluminado & Consciente 2020”

A Prefeitura de Maricá através da Secretaria de Turismo, iniciou a montagem do “Natal Iluminado & Consciente 2020”. As decorações são compostas por iluminações e árvores natalinas. Devido a pandemia causada pela Covid-19, a cidade não terá apresentações de Natal nem festa de Réveillon.

A ornamentação permanecerá até o dia 31 de janeiro de 2021 na Orla de Araçatiba, Praça do Barroco (Itaipuaçu), diversos pontos da RJ-106 e Praça de Ponta Negra.

Revitalização da orla de Itapeba, em Maricá

A revitalização da orla de Itapeba, em Maricá, no litoral fluminense, foi entregue à população na sexta-feira (27/11/20). A obra com de 10 mil metros quadrados à beira da lagoa, ganhou academia para terceira idade, playground, quadra de vôlei, ‘futmesa’, duas áreas reservadas para pescadores artesanais locais, mesas para piquenique, quiosques, horta urbana, 35 vagas de estacionamento (seis delas reservadas para portadores de necessidades especiais), aviário e rampa de descida para barcos e jet ski.

Com uma paisagem privilegiada, o local tem diversas áreas de contemplação, que incluem um barco de um dos pescadores mais antigos da região, que foi restaurado e ficará exposto.

O local ganhou espaços com grama sintética, novas calçadas, pavimentação e uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Também a Capela de São Pedro, que existe no local há 15 anos, foi revitalizada.

Itapeba em Marica Rio de Janeiro - Foto Marcos Fabrício / PMM / Sortimentos.com
Itapeba em Marica Rio de Janeiro – Foto Marcos Fabrício / PMM / Sortimentos.com

Maricá Réveillon 2021 no Litoral do Rio de Janeiro

#AnoNovo #ViradadeAno #Réveillon #Réveillon2021 #LitoraldoRiodeJaneiro #LitoralFluminense #RiodeJaneiro #Maricá #MaricáAnoNovo #MaricáViradadeAno #MaricáRéveillon #MaricáRéveillon2021 #RéveillonMaricá #RéveillonemMaricá #RéveillondeMaricá #RéveillonLitoralFluminense #RiodeJaneiroRéveillon2021 #RéveillonRiodeJaneiro #RiodeJaneiroRéveillon #RéveillonLitoraldoRiodeJaneiro

Maricá Réveillon 2020

O Natal Iluminado e o Réveillon encantaram turistas e maricaenses que acompanharam as festas. Quem lucrou com isso também foram os comerciantes. Nas orlas e nos centros por onde passaram, os grandes eventos realizados em Maricá exigiram que ambulantes e empresários se preparassem, uns contrataram mais funcionários e outros tiveram de investir mais em mercadorias para esta época.

Levi Machado, proprietário de um comércio na Rua 90, em Cordeirinho, contratou mais quatro funcionários em dezembro para atender a demanda de clientes que, segundo ele, aumentou 20% em relação ao ano anterior.

Mais de 70 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, trabalharam no réveillon em Maricá nos plantões de 24 horas no Hospital Conde Modesto Leal (Centro), na Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA) de Inoã e no Posto de Saúde Santa Rita, em Itaipuaçu.

Somente no Hospital Conde Modesto Leal (Centro) foram registrados 1.340 atendimentos desde o dia 30/12 até o dia 01/01. O dia de maior movimento foi o dia 30/12, com 537 atendimentos. Na principal base de urgência e emergência da cidade, do dia 29/12 ao dia 02/01 foram realizadas 35 internações e 17 cirurgias. No mesmo período do ano passado, foram efetuadas 50 internações.

Na UPA de Inoã, 328 pessoas foram atendidas somente no primeiro dia do ano de 2020, distribuídas nas especialidades de clínica médica (216), odontologia (19) e pediatria (91). Já no Posto de Saúde Santa Rita foram realizados 579 atendimentos nos dias 28, 29, 30 e 31/12.

Mais de 600 toneladas de lixo recolhidas

Para garantir a limpeza nos locais de shows, a equipe de Conservação da prefeitura atuou com 1.150 funcionários em três turnos com 24 horas de limpeza e distribuídos nos 12 palcos da cidade. Entre os dias 31/12 e 01/01 foram recolhidas 660 toneladas de resíduos.

Com o objetivo de evitar que os vasilhames fossem deixados na rua, inteiros ou quebrados gerando riscos para outros participantes da festa, a Prefeitura, através da Coordenação de Posturas e das secretarias de Ordem Pública e de Trânsito, realizou uma campanha de conscientização para evitar o uso de garrafas de vidro nos 12 locais de festa programados.

Em Ponta Negra, por exemplo, a Coordenação de Posturas da Prefeitura instalou uma base onde funcionou um posto de trocas onde as pessoas puderam substituir embalagens de vidro por garrafas de plástico. Estas últimas foram doadas pela Câmara de Diretores Lojistas (CDL). Só nesse local foram 3 mil garrafas de um litro de capacidade à disposição e cerca de 2.500 copos descartáveis.